Home / Relacionamento / 5 desastres que você só aprende quando quebra a cara com um relacionamento

5 desastres que você só aprende quando quebra a cara com um relacionamento

Ninguém em sã consciência começa um relacionamento sem acreditar que vai dar certo. Enquanto você ainda aposta suas fichas num namoro/casamento, que pode já estar conturbado, acaba nem sempre percebendo que perdeu parte da sua essência ou tem sido de alguma forma prejudicada em suas escolhas.

Quando tudo desaba e a relação acaba, muita gente se vê novamente só, e as percepções que você sustentou se mostram equivocadas. Abaixo, listamos cinco coisas comuns que todo mundo está sujeito a passar com o término de um relacionamento. Com fim do namoro, você percebe que:

1 – O sexo fez e faz falta

Apesar de não ser tudo em um relacionamento, o sexo não deixa de ser parte importante, um indício de que ainda existe carinho, interesse e atração. É preciso esforço para manter esse aspecto do relacionamento sempre saudável e, quando esse aspecto vai mal, há um grande indício de que a relação está esfriando.

2 – Se afastou de seus objetivos

Isso se configura em um problema quando a escolha de sair do seu caminho não é porque realmente quer seguir outro, mas sim porque sua relação acaba exigindo essa mudança. Desistir dos seus planos como uma faculdade, uma profissão ou até do sonho de ter filhos, por exemplo, pode acabar trazendo grandes frustrações se você um dia se pegar sozinha.

3 – Perdeu grande parte dos amigos

Essa talvez seja a lição mais comum com o fim dos relacionamentos. Os amigos precisam se esforçar para compreender quando você está apaixonada, e quer aproveitar ao máximo a companhia do outro. No entanto, os relacionamentos vão, mas as amizades ficam. É importante sempre ter isso em mente.

4 – Neurose não evita traição

Vigiar alguém não impede uma traição. A traição acontece por falta de segurança, amor ou diversos outros problemas, e não porque simplesmente há espaço para isso. Insegurança além do saudável te faz perder tempo e energia, se desgastando inutilmente, e é capaz de piorar a situação com tanto desentendimento e sufoco.

5 – Nem toda relação é sadia

O que cada um considera como relacionamento abusivo é variável. Mas existem certos limites que podem passar despercebidos a uma mulher apaixonada ou muito envolvida emocionalmente. Violência física ou verbal, ciúme excessivo ou controle das atividades diárias são fortes indícios de uma relação abusiva.

About gayson

Check Also

Apaixone-se pelo que for recíproco!

Apaixone-se por alguém que te ame nos dias duros e frios. Dar e receber carinho …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *